Em resposta às recentes notícias sobre a possibilidade da ligação em bitola europeia entre o porto de Sines e Badajoz não ter continuidade em território espanhol, a Adfersit emitiu um comunicado esclarecendo que essa hipótese não se coloca e que se tem assistido a "uma campanha de desinformação sobre as ligações ferroviárias internacionais em bitola europeia".

Ponto a ponto, a Adfersit refuta várias afirmações sobre esta matéria que foram divulgadas em vários meios de comunicação social nos últimos dias. Começa por esclarecer que em Espanha existirá continuidade da ligação em bitola europeia entre o porto de Sines e Badajoz, referindo que "de acordo com os planos espanhóis esta ligação, tal como a ligação da fronteira francesa até à fronteira portuguesa de Vilar Formoso, estarão construídas em 2020".

Sobre a afirmação de que a linha espanhola em bitola europeia entre a fronteira portuguesa e Madrid não está parametrizada para cargas pesadas, a Adfersit refere que é "igualmente falsa", visto que "a linha espanhola, tal como a da parte portuguesa, está preparada para cargas de 25 toneladas por eixo, o que é perfeitamente compatível com o tráfego de contentores".

Por fim, a Adfersit nega ainda que não existam planos espanhóis para mudar a bitola na sua rede, referindo que "é conhecida a intenção espanhola de mudar a bitola ferroviária, expressa no seu 'Plano Estratégico de Infraestruturas de Transportes', PEIT (2005-2020)".