De acordo com um recente relatório da consultora britânica Drewry, o transporte de contentores nas rotas marítimas Ásia-Mediterrâneo sofreu uma queda em 2017, ao passo que, em sentido contrário, tem vindo a denotar um aumento; face à redução de 3% no volume de contentores movimentados nas ligações Ásia-Mediterrâneo, as conexões no sentido inverso responderam com um crescimento homólogo de 16% nos dois primeiros meses de 2017.

Informa a Drewry que a Turquia é o destino mais procurado (um terço das mercadorias movimentadas) pelo fluxo dirigido ao Mediterrâneo Oriental, ainda que, em 2017, o país enfrente dificuldades conjunturais e veja reduzidas as suas importações; já no Mediterrâneo Ocidental, realça o relatório que Espanha tem sido uma das economias que maior crescimento sentiu em 2016, dado o aumento progressivo da procura. Em 2017, as importações espanholas continuarão em alta.