A Hapag-Lloyd já obteve aprovação por parte das entidades competentes para que possa avançar para a finalização da compra da UASC. Porém, a companhia alemã decidiu adiar em dois meses o fecho da incorporação da UASC, quando as previsões apontavam para o final deste mês como data final - exactamente antes da entrada em operação da THE Alliance, a 1 de Abril.

O adiamento do negócio, que deverá ficar agora concluído a 31 de Maio, não coloca em causa a entrada em operação e o bom funcionamento da THE Alliance, nem tão pouco o negócio em si.

«Neste momento, estamos a redigir a documentação final para fechar o negócio. E isso levou mais tempo do que o esperado, mas a transacção em si não está de forma alguma em risco», lê-se no comunicado da Hapag-Lloyd, que acrescenta que a THE Alliance arrancará mesmo a 1 de Abril e com «todos os navios tal como estava planeado».